Pós verdades

Padrão

De que valem os fatos?

A sociedade parece se organizar em torno das narrativas. Substituímos o rigor pelo show modelado conforme a expectativa do público que reclama ferozmente a própria verdade.

Consumimos informação, entretenimento, ideologia e conspiração sem a menor distinção entre uma coisa e outra, todas sedimentadas pelo medo e pela raiva.

Medo e raiva como liga de nossas ideias.

As narrativas criam mitos e os mitos fomentam deuses e demônios a serem amados ou combatidos. Vivemos em guerra permanente. Devotos. Divididos. Fracos.

Se por um lado a tecnologia facilita a proliferação de informações, por outro os algoritmos tratam de transformá-las em bolhas com cara de verdade absoluta.

Coletamos muitos dados, mas estamos perdendo a capacidade de processá-los.

De que valem os fatos? O que é a verdade? De que serve a história? Que valia tem o pensamento fora das massas?

Ganha quem consegue contar a estória que melhor se encaixe enquanto outra não a substitua.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s