Sons do silêncio

Padrão

Tem uma música tocando. Me calo e ouço. São notas sutis, sussurros entre silêncios.

Estou quieto. Ouço folhas tocadas pelo vento. O movimento denuncia a brisa que não vejo, mas me toca também.

Ouço pássaros e seus cantos indecifráveis. Eles cruzam o céu, sabe-se lá para onde.

Os sapos coaxam nos banhados da redondeza e celebram. Uma cachorro late, distante, incomodado e persiste.

Vozes que não discirno falam sobre qualquer coisa que não entendo. Expressões de vida em uma tarde quente que só ouço enquanto me calo.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s