Sons do silêncio

Padrão

Tem uma música tocando. Me calo e ouço. São notas sutis, sussurros entre silêncios.

Estou quieto. Ouço folhas tocadas pelo vento. O movimento denuncia a brisa que não vejo, mas me toca também.

Ouço pássaros e seus cantos indecifráveis. Eles cruzam o céu, sabe-se lá para onde.

Os sapos coaxam nos banhados da redondeza e celebram. Uma cachorro late, distante, incomodado e persiste.

Vozes que não discirno falam sobre qualquer coisa que não entendo. Expressões de vida em uma tarde quente que só ouço enquanto me calo.