É preciso recuperar o olhar

Padrão

O exagero de informações gera confusão. Perdemos a sensibilidade dos tons, as cores se misturaram e viraram uma coisa só. O que vemos não é o que acontece. Vemos a somatória de movimentos, o resultado deles que sempre se modificam.

Não ouvimos mais as vozes, mas ruídos.  Seguimos os murmúrios e os reproduzimos como se fossem reais. Corremos imprudentemente sob o forte nevoeiro e acreditamos que a paisagem se dissolveu.

O que dissolveu foi nossa sensibilidade diante das nuances. Viramos consumidores de tudo. Consumimos desenfreadamente e vomitamos pela boca, pelos dedos, pela mente. O excesso confunde.

É preciso recuperar o olhar.