Espelhos de um instante

Padrão
Não acho que somos necessariamente o que pensamos ser. Seria restrito demais.
Nossos pensamentos são demasiadamente obstruídos por tantos vetores, tantas influências, tantos limites, tanta cultura elaborada por outros interesses, por pensamentos que não os nossos.
Quase sempre a maioria dos nossos pensamentos apenas reflete o pensamento da coletividade. O inconsciente coletivo vocalizado no que penso ser, no que quero crer.
Acredito que o pensamento nos dá uma grande chance de ver onde estamos naquele fragmento de tempo. Ele nos mostra, mas não nos define.
Pensamentos são espelhos de um instante.
O que penso não diz objetivamente sobre a realidade, nem a minha, nem do mundo, nem de ninguém. A realidade é infinita e inexorável.
O que penso apenas me expõe à mim mesmo.
Como um reflexo que me desprende daquele instante, me revela e então provoca o movimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s