Semeadores

Padrão

Tudo o que a gente dá, o que somos, o que entregamos para a vida se movimenta e segue adiante. Nosso ódio ou nosso amor, nossa abertura ou nossos medos, espalhados pelo caminho, interferindo em histórias que jamais conheceremos.

A cura e a doença – Livro Duas Vidas

Padrão

“Aprendi que o uso de palavras como “renovação”, “moral”, “ética”, “Deus”, “coragem”, “mudança”, “compromisso”, adicionadas a discursos que defendam “os pobres contra os poderosos”, “a família contra os que querem destruí-las” ou afirmações como “eles não poderão calar nossas vozes”, “as forças das trevas nunca destruirão a força do bem”, “vamos vencer os donos do poder” e coisas do tipo, tinham eficácia garantida que retornava em forma de apoios e contribuições.

Aliás, essa era uma das razões pela qual havia necessidade de alimentar os dois lados, a cura e a doença. Se eu não criasse dificuldades, pode acreditar, não conseguiria vender facilidades. Simplesmente não fazia sentido resolver todos os problemas se a existência deles era justamente o que alimentava a esperança das pessoas em mim.” – Livro Duas Vidas 22