Intransigências

Padrão

Intransigências revelam quem somos.
O ser moralista, dedo em riste, expõe seus conflitos e contradições, tentando compensar na imagem o descompasso de dentro.

Ou quando o radicalismo é institucionalizado e vira bandeira ideológica.

Seja em “donos da verdade” que atacam e se colocam como “reserva moral”, ou movimentos que reclamam ser “sociais”, se articulam cheios de ódio, tentando impor o que só pode ser compreendido em consciência. Ódio em nome da consciência.

Sem consciência restam apenas os discursos, a aparecia, os gritos, o avesso. Auto afirmam-se no que acusam. Se confessam no que combatem.