Linguagens de uma coisa só

Padrão

Acredito que o insight do cientista, a beleza da poesia, a complexidade de uma sinfonia, os pensamentos mais profundos, são expressões de uma coisa só. Como se tudo o que é belo e verdadeiro estivesse “no ar” e pudesse ser capturado pela mente humana que decodifica e transforma em linguagem. O cientista fará cálculos, o poeta, textos, o músico vai compor e nenhum deles saberá que estão falando sobre a mesma coisa, o infinito, o que também se projeta no mar, se estende no céu, no que chamamos de amor, tudo uma coisa só, manifestando-se na linguagem de quem diz.

maxresdefault