Virar a página

Padrão

Cada um tem seu tempo, seus próprios processos e percepções e por isso a necessidade de encará-los e enfrentá-los. Não tenha medo. Não trema quando encontrar fragmentos da verdade onde nunca imaginou. Não se assuste quando reconhece-la onde seus pares não veem. Não se retraia quando ouvir a voz de Deus onde dizem que ele não está. Essa tua desconstrução é necessária, essas dúvidas, esses medos, tudo isso faz parte.
Só não se esqueça de uma coisa: siga em paz. Não é errado duvidar, não é errado questionar, não é errado se expandir. Chega um tempo onde reconhecemos a importância de nosso caminho na condução até o ponto presente, mas, daqui pra frente, é preciso mudar de esquina, dobrar a rua, virar a página.