Só isso

Padrão

Não sei em qual ponto do dia está, mas certamente, desde o momento em que acordou até aqui (mesmo que tenha acordado recentemente) já sofreu uma incrível sobrecarga de informações de todas as naturezas.

Dificilmente percebemos a carga de condicionamento embutida nessas informações que, se não passarem pelo crivo da reflexão e da consciência, nos transformará em bonecos amedrontados, distraídos e consumistas.

Nosso interior que deveria ser de paz e silêncio, fica conturbado, inquieto, cheio de pseudo necessidades. Se você disser “comigo não”, é porque ainda não percebeu que, de um jeito ou outro, todos nós que moramos nas cidades, que temos nossos carros, nossos trabalhos, nossos compromissos, de alguma maneira compomos esse cenário, portanto a questão é: Qual seu nível de intoxicação?

Minha intenção hoje é apenas te lembrar que nesse instante tem bilhões de variáveis, de novos desfechos, de outras possibilidades de caminhos acontecendo a sua volta. Há outras portas, muitas saídas, desdobramentos que sequer passaram por sua cabeça. Está tudo acontecendo agora e você não vê. Cego pelo condicionamento, tateando no escuro por conta da sobrecarga que aceitou carregar.

Portanto, esteja você aonde estiver, fazendo o que estiver fazendo, pensando seja lá no que for, quero apenas dizer que sua preocupação também é um condicionamento, Sua falta de confiança no fluxo da vida é falta de visão. Seu medo, que lhe projeta para o futuro ou lhe fixa no passado é restrição de olhar. A aparente falta de alternativas é reflexo de sua falta de consciência.

Descanse, acalme-se, aquiete-se. Toda preocupação que embute em qualquer acontecimento apenas deixa as coisas mais difíceis.

Dê uma chance para a vida e, ao invés de se debater, ouça o que ela tem a dizer.

Acredite, tudo ficará mais leve naturalmente e você perceberá que a solução que tanto se esforçou para ver, já estava ai. Aquiete-se para perceber. Só isso.