Esteja atento

Padrão

Hoje quero propor algo muito simples, porém fundamental: Esteja atento.

Só isso. Perceba como seus pensamentos não param, como anda distraído, como quase não vê.

Permita-se, nem que seja apenas hoje. Repare no rosto das pessoas que cruzarão seu caminho, tente ler o que os olhos dizem, sinta a energia. Há um universo de comunicação entre humanos que vai muito além da fala, estamos nos expressando o tempo inteiro, mas quem percebe? Atente para isso. Sinta.

Olhe para os cenários do ambiente aonde está, para os detalhes, os movimentos, o posicionamento da luz. Veja como a luz passeia entre objetos e pessoas, como produz sombras, como elas se mexem.

Perceba os sons. Pare alguns segundos e tente discernir pelo menos cinco sons: um carro que passa, uma máquina ao fundo, gente conversando, pássaros, passos, uma tosse, gotas de chuva, a sinfonia do universo, consegue ouvir?

Note como você não presta atenção no que as pessoas dizem. Enquanto falam está pensando no que dirá a seguir. Ouça de verdade, veja de verdade, esteja presente.

Um dos condicionamentos mais poderosos do nosso tempo é a distração. Nos dão brinquedos, nos criam dificuldades para que as facilidades sejam vendidas em suaves prestações, vamos sem a menor curiosidade de saber para onde, estamos, mas quem se importa em questionar se esse é o lugar?

Caminhamos suficientemente distraídos para questionar, para percebermos o efeito manada, para contabilizarmos o tamanho do rombo, do roubo, do quanto estamos perdendo enquanto aceitamos não ver.

Descondicionar-se começa por prestar atenção, portanto, hoje não quero ir além do fundamental: Esteja atento. Enxergue-se.

Há mensagens que chegam no canto dos pássaros, nos passos de alguém, no movimento da brisa, na risada lá no fundo, no trecho de uma música, na nuvem que cobre o sol e depois se vai, na respiração cansada de alguém, na mão da criança que segura a da mãe, no inseto que caiu tentando desvirar, na textura do chão que você pisa, na variação da luz, na chegada do dia, no fim da madrugada… Há mensagens o tempo todo, há respostas, há vida em você.

Esteja atento, só isso, esteja atento…

7 comentários sobre “Esteja atento

  1. Anderson de Oliveira

    Bom dia Flávio e a todos os vagalumes!

    Se você acredita em Deus, tenha em mente que você jamais estará desamparado.
    Todas as coisas estarão bem se você estiver em paz. Pois a paz vai gerar saúde do corpo. Com isso, você poderá trabalhar, sustentar a família, adquirir os bens que deseja.
    Apenas seja cauteloso: não se deixe envolver a tal ponto no turbilhão do mundo, de maneira que o mundo o arraste para o olho desse furacão de stress.
    Vigie suas reações. Monitore seus planos de vida. Pergunte-se: Para que, realmente, quero isso?
    Faça a diferença entre o supérfluo e o necessário e verifique se a sua opção não está contaminada pelos excessos.
    No final, você verá que, em um processo inteiramente natural, a ansiedade irá, aos poucos, desaparecer.

    Um excelente dia para todos nós. Paz e Bem !!

  2. Sónia Tavares

    Tenho por hábito essa observação…
    Ouço o canto dos pássaros, observo o voo, o planar das asas, o quanto me encanto com o planar de um voo…
    Passo pelas árvores e cumprimento-as, como irmãs me dirijo a elas e agradeço a beleza que vejo, o ar que respiro e quase, quase sempre, as toco para sentir a troca da energia, para deixar um carinho meu!…
    Passo pelas crianças e sorrio ou faço uma careta, é tão bom desconstruir as caras fechadas das pessoas que as carregam, que distraídas nos seus pensamentos, sentem o presente e ficam orgulhosas por exibirem o seu rebento…E as partilhas dão-se assim simples, recíprocas e felizes!
    Bom dia Flávio, bom dia a todos

    Beijinhos

  3. viniciussilva2014

    O que você chama de olhar para o mundo é bastante seletivo, no fim das contas. O cheiro do mendigo não conta? A hipocrisia do radialista que clama por “justiça” e “pena de morte” não conta? A vulgaridade não conta? A prostituta na esquina não conta? Isso se parece com o ópio dos privilegiados e não com nenhum olhar descompromissado para o mundo.

  4. Sónia Tavares

    Desculpe Vinicius, mas não creio ser um olhar selectivo…

    Nesta vida precisamos da dualidade, para poder viver um lado bom, o lado mau, o assim- assim… a verdade, é que não existe verdade absoluta! Apenas interpretações de cada um …

    Existe o belo em tudo, até mesmo numa prostituta, num mendigo.
    Já reparou no olhar profundo de um mendigo?
    Alguma vez parou parou para se sentar na beira da rua e ficar a falar com ele?
    Eles por vezes sentem-se transparentes! Já pensou nisso??
    Mas eles são belos, são ricos em histórias, sedentos de sorrisos ou não apenas se cansaram da sociedade tal qual ela é organizada e, sentiram a necessidade de a abandonar!

    Eu faço voluntariado com os sem abrigo, prostitutas… a beleza também existe neles! E sempre existirá!
    Será que aquilo que condicionamos como mau, injusto, não tem o seu lado belo??? E as lições que aprendemos a partir daí?

    Um abraço para si,

  5. Maria José

    Boa tarde, Flavio!

    Anderson, grata pelas palavras… os vagalumes se ajudando, caminhemos!

    Flavio, suas palavras como sempre maravilhosas…praticá-las? Sim, super necessário para obter os resultados desejados.

    Fique em paz e abraço a todos.

  6. …bom… parece que o grupo vai aumentar… Vinicius e Sônia

    a seletividade é relativa. Vejamos um idoso com surdez seletiva, ele só escuta o que quer… e aquele rei sem súditos de um planeta do Pequeno Príncipe que dizia que até o sol o obedecia, e, quando o Pequeno Príncipe disse então prove e faça o sol se por, o Rei falou aguarde o momento certo e verás como ele me obedece …
    Agora, estamos falando de nós, enquanto pessoas que queremos entender a nossa máquina pensante para poder ligá-la e desligá-la quando necessário , sem esquentar o ficar de motor frio.

    a dualidade, penso ser os contrários, os contrários penso ser os opostos, os oposto não sei se são absolutos…

    …Perguntaram e isso é verídico!

    para um índio, de verdade, o que na cultura deles significava pecado…. eu poderia deixar para vocês responderem … pensem um pouco e depois continuem a ler………
    ………………………………………………………………………………………………………………….
    e ele respondeu: pecado é um jovem morrer……

    mendigo, prostituta, é estão sob o carrasco que ceifa o chamamos de vida!
    A profundidade de um olhar de qualquer um deles tem a bela de um abismo que nos impressiona ou nos assombra mas que em nenhum do dois casos lá em baixo gostaríamos de estar.

    …se abandonar não é escolha é imposição, a vida clama… prova disso, são os bebês jogados fora e que conseguem ainda assim resistir…

    que tal de invés do voluntariado fizermos que que os nossos impostos sejam revertidos para a sociedade, para esses que você dá um paliativo, que tal fizermos com que nosso dinheiro que tanto nos faz falta não seja direcionados para manter a maquina de vagabundos que se dizem resumindo políticos, e zelarmos para que realmente eles estejam na política e não se sintam políticos.

    Desculpe-me, não suporto mais caridade, o tempo da Madre Teresa de Calcutá já passou e a sua mensagem, como tudo na vida tem que evoluir!

    …Sônia, pelo amor de Deus, se estamos em Deus ou Deus está na gente não vem ao caso, mas não me venha subverter as coisas nem por brincadeira…

    ..eu chamei a atenção de coisas erradas e ignoradas e virei a vítima!
    … fulano ou beltrano fizeram algo inconcebível e eu ao chamar a atenção virei a culpada … quando um fotógrafo fotografou a miséria no rosto de uma criança isso virou arte e não consternação …. o que tem de belo na subversão dos valores?????
    Que tempos são estes, ponto.
    MP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s