Relacionar-se é doação

Padrão

Relacionamento é doação

Padrão

Relacionar-se é doar. Dê e não sobrecarregue nenhum ser humano como se alguém tivesse a função de lhe trazer felicidade. Ninguém existe para te fazer feliz. Ninguém.

Toda busca de felicidade em outra pessoa é cruel em todos os sentidos. Cruel com o buscador, que jamais encontrará e permanecerá eternamente frustrado, cruel com o “alvo” que será sobrecarregado.

Quando interage com alguém você tem a oportunidade de enxergar a si mesmo, doando-se, entregando o que é. Entregando, não recolhendo.

Relacionamentos são oportunidades para renovar-se, dar o que estaria escondido em algum canto da alma se não fosse deliberadamente colocado para fora. São oportunidades diárias, em cada relação, para enxergar-se e melhorar o que é. Ficamos melhores quando nos damos. Ficamos maiores.

Ninguém está no mundo com a missão de saciar suas carências, projetar segurança ou alimentar seus vazios. Não é essa a função das relações. Nenhuma delas.

Cabe a cada um enxergar-se e doar-se.

Se quiser ter uma boa relação com as pessoas, não alimente expectativas. Apenas dê o que tem. Dê e não cobre de volta. Não fique esperando o troco.

Relacionar-se é doar. É o privilégio de proporcionar ao outro reconhecer-se a partir da melhor versão de você mesmo.