Você percebe a realidade?

Padrão

Às vezes fico pensando: se a gente tivesse plena consciência do quanto eu e você estamos condicionados, do quanto falta para vislumbrar tudo como é de verdade, tomaríamos um grande susto.

Falamos sobre consciência, estamos tentando entender como é que as coisas são, como funcionam, sei que a maioria das pessoas que me leem chegam com essa sede e compartilhamos ideias.

Mas, por mais longe que possamos ir, por mais profundos, enraizados, brilhantes, nada chegará a uma pequena fração do que realmente significa compreender quem somos, porque somos, onde estamos e, sobretudo, o condicionamento e o nível de distorção da realidade que nos faz enxergar tudo como se estivéssemos atrás de um véu. Vamos pensar juntos sobre isso? É provável que encontre algumas respostas. Esse é o mais novo Insight.

Despertos

Padrão

Como seria bom se cada humano despertasse para a correspondência entre esse universo infinito, misterioso, maravilhoso e sua própria condição natural, universo ambulante, centelha de vida dotado de consciência, capaz de amar e transcender seus próprios limites.

Sempre que sobrevoo alguma cidade, penso em gente que dorme, que pensa que é apenas o que os outros reconhecem, entretidos, massificados, perdidos em seus sonos profundos, até que entendam, que se enxerguem, que reconheçam a beleza da vida, o universo que somos.