Um fluxo natural na existência

Padrão

Perceba que há um fluxo natural na existência. O mesmo presente na natureza, no cosmos, nos oceanos, na vida dos animais, no funcionamento do corpo, nos processos de manutenção da vida. Um fluxo que organiza, movimenta, conecta, desconstrói para que algo novo surja no lugar. Há um fluxo presente em nossas vidas, sempre. É aquele que encaixa os eventos, reposiciona, relativiza, reorganiza as impressões, o olhar, as certezas, nos tira da zona de conforto, nos faz crescer, nos redimensiona as perspectivas. Observe que é sempre o mesmo fluxo, a mesma força. Ele trabalha em favor do reequilíbrio natural, em direção ao que realmente importa, não necessariamente em direção ao que quero, mas o que preciso. Quanto mais o percebo, menos interfiro, mais me aquieto, pacifico e observo com clareza que, na maioria das vezes, o que chamo de “fazer alguma coisa” só atrapalha o processo que naturalmente se encaminharia, naturalmente se resolveria. Um fluxo natural na vida de quem simplesmente aprendeu a viver no dia chamado hoje e, por isso, é grato, por isso, é feliz. Para esse, basta a cada dia sua própria porção

Um comentário sobre “Um fluxo natural na existência

  1. Cristiane Andrade

    Bom dia

    Oi Flávio

    Interessante que conversei com meu filho ontem a noite exatamente sobre isso.
    Ele tem 14 anos, e começou uma relação de amizade com uma garota, que se transformou em” namoro”. O fato é que a garota não o quer mais, nem como amigo, e ele está incomformado, chora, se desespera, insiste, se humilha, sei lá, acho que perdeu ou não tem amor próprio, não para de falar e pensar no assunto. Está magoado e triste. Sinto ele preso neste sentimento, nesta decepção, e me preocupa muito o fato dele não aceitar esta situação. Parece uma paranoia. Eles estudam na mesma escola, ele a vê todos os dias e isto é ainda pior.

    Mal dorme direito, mal se alimenta, as notas começaram a cair e eu como mãe, na minha preocupação genuina, não sei mais o que fazer e toquei neste assunto ontem, sobre o fluxo das coisas, sobre a aceitação do que está fora do nosso controle que é o livre arbítrio do outro. Mas sabe como é né, quando é pai e mãe que fala a conotação para os ouvidos de um jovem nunca é igual quando é outra pessoa que fala, principalmente quando esta pessoa é alguém em que ele admira.
    Ele gosta dos seus vídeos, ouve de vez em quando o que vc fala, e eu fico feliz por isso. Ele é um garoto diferente pois gosta de coisas diferentes da maioria dos seus amigos, gosta de música clássica e rock, toca violão, ama piano e violino (apesar de não saber tocar), é um garoto sensível, mas está assim…perdido. Tenho muito, muito medo do que pode acontecer com este sentimento não correspondido. Gostaria que me indicasse um vídeo relativo a este assunto para que eu o possa mostrar, ou se puder dizer como devo agir, o que falar, não sei meu amigo, me dê uma luz!

    Um grande abraço,

    Muito obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s