Já curtiu?

Padrão

Já curtiu minha página no Face Book? https://www.facebook.com/flaviosiqueirafs  Apareça!

fb

Felizes

Padrão

Felizes os que aprenderam que sua força não está na “força”.

Esses não se impõe, mas se vinculam, não amedrontam, mas acolhem, não acusam, mas amam.

Felizes os que aprenderam a reconhecer os erros e se desculpam quando necessário.

Esses sabem que quando a palavra “me desculpe” é pronunciada com honestidade, as montanhas se movem.

Felizes os que alimentam a mente com bons pensamentos e a alma com genuína inspiração.

A boca fala sobre o que o coração está cheio, e a alma se alimenta do que nos inspira, portanto, tudo o que nos atrai, instiga, motiva, sempre acaba nos direcionando.

Felizes os que buscam sabedoria.

Mais do que inteligência, a sabedoria lhes dá capacidade de discernir as palavras, ler os olhares, interpretar o espirito das coisas e isso não tem preço.

Felizes os que não tem medo de errar.

É melhor errar tentando acertar, movimentando-se, arriscando-se, caminhando, do que ficar paralisado por medo sentindo as dores de fixar-se enquanto a vida não para.

Felizes os que tentam enxergar mais e mais.

A vida passa por nossos sentidos com muito mais sutileza do que pensamos. Perceber seus movimentos, inverter os sentidos, olhar o que ninguém vê, transcender as explicações, não se satisfazer com o senso comum, ir além das histórias, das ameaças, das crises, das culpas, das verdades absolutas, abrindo espaços interiores, questionando-se sem medo, aceitando seus vazios, vivendo no hoje, desculpando-se e perdoando a quem porventura te ofendeu, isso te melhora e abre seus olhos.

Felizes os que fogem dos excessos.

Em tudo o equilíbrio é mais adequado do que o de menos ou o de mais.

Felizes os que amam.

Amar nos catapulta para outra dimensão de percepção, de vínculos, de experiências, dando significado ao que, de outra forma, não parece fazer sentido.

Felizes os que aprenderam a viver no hoje.

Por pior que as coisas sejam, nada supera a força que temos para suportá-la e superá-la hoje. Passado e futuro são miragens, um só aconteceu no hoje, outro, quando vier, virá no hoje. Vivamos a cada dia sua própria porção porque na verdade isso é tudo o que temos.

Felizes os que entenderam que o valor das coisas não está no tamanho, na quantidade, na altura ou profundidade, mas nos significados e, esses, somos nós quem damos.

Todo o poder é relativo, toda grandeza que se apóia em dimensões é frágil, geralmente o que tem mais valor parece pequeno no primeiro momento.

Felizes os que buscam conhecimento ao invés de poder.

Só quando de fato abrirem mão de serem poderosos é que conhecerão o verdadeiro poder.

A vida é feita de pequenas coisas e o sentido natural do seu fluxo é de dentro pra fora.

Entender e praticar a vida com simplicidade, renovando-se todos os dias, sabendo que crescerei enquanto caminhar.

Ainda que haja tropeços, felizes os que tentam.