Crescer…

Padrão

Crescer dói, amadurecer amedronta, aprender muitas vezes parece difícil demais. É natural que um dia seja mais difícil que outro, que às vezes tudo pareça mais fácil, até que uma curva, um muro, algo que nos desafia com eloquência, inesperadamente, assustadoramente. Mas quem disse que seria fácil ? Depois da tempestade a calmaria, depois dos ventos a brisa, depois da madrugada, fria, longa, intensa, solitária, a manhã e o canto dos pássaros, o sol, a paz. E a gente acorda maior do que entrou, mais sábio, mais experiente, melhor sem saber a razão, apenas sentindo na mente e na alma os efeitos de quem passou pelo escuro e preservou a esperança, sabendo que, cedo ou tarde, a luz voltaria. E ela voltou. Ela sempre volta. Ela nunca vai