Confissões

Padrão

O problema não está em confessar-se ateu, mas em deixar de crer na própria humanidade. Aquele que diz “crer em Deus”, creia antes no amor, na misericórdia e no próximo. O resto, as confissões ou as negativas, não passam de perfumaria.

O “bom” e o “bonzinho”

Padrão

Ser bom é agir com consciência, sabendo o valor de cada coisa, elencando as suas prioridades e, sobretudo, revisando as suas motivações. Enquanto o “bonzinho”, tudo o que quer é agradar, fazendo e falando o que o outro quer ouvir.