Quando o dia mau chegar

Padrão

E se quando o problema chegar, ao invés de espernear, você acolhe-lo ?

Não falo do acolhimento submisso e conformista, mas do tipo que se aquieta, aprende e cresce.

A maior parte da energia que gastamos diante da crise não ajuda, mas tem a ver com angústia, insatisfação, auto piedade, revolta , questionamentos; o que só piora a situação.

Diante do dia mau, acolha o problema, entenda-o, olhe para as raízes dele sabendo que nada acontece por acaso

Isso tem a ver com confiança.

É olhar para o que te angustia e dizer :“Não gostaria de estar passando por isso, nem sei a razão, mas já que estou, não vou lamentar, pelo contrário, vou me aquietar entendendo que aqui pode existir uma lição e atento ao problema, porém sem reclamar, aprender, consciente de que o dia mau terminá”.

E vai terminar.

Afinal de contas, no caminho para dias melhores, mais do que lamentos, autopiedade ou inquietudes, vale a esperança de quem anda sabendo que até no dia mau podem se esconder presentes.

É assim que crescemos.

2 comentários sobre “Quando o dia mau chegar

  1. Todos temos os dias maus e äs vezes o que nos acalma é chorar, e é bom. Depois ter a fé que nossa vida, tudo, está nas mãos Dele e que qualquer processo racional intelectual meu é desnecessário, pois Ele sabe tudo e do que é necessário prá mim;; e desobriga-me de qualquer missão para me auto completar ou/e completar os outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s