Ano novo de novo.

Padrão

É sempre assim. A chegada de um novo ano tras velhas metas: “No ano novo vou emagrecer” ” Parar de fumar!” “Casar” ” Aquele emprego” E assim, de promessas em promessas, nos vestimos de branco a espera do reset do cronômetro. Ano novo, vida nova.

Precisamos desses marcos que nos dão a sensação de que o relógio zera e a vida recomeça. São as novas possibilidades e as chances que se renovam, permitindo que os erros sejam desfeitos e novos passos galgados em direção a dias melhores.

Provavelmente você tambem tem suas metas. Sejam elas quais forem, grandiosas ou modestas, pé no chão ou utópicas, é assim; a gente começa o ano sonhando com mudanças.

Mas não esqueça de uma coisa: Independente de qual seja seu sonho, as mudanças verdadeiras sempre acontecem de dentro pra fora.

É um novo olhar, uma nova mente, uma consciência maturada e arejada que lhe abre as reais perspectivas para que o velho se desfaça e o novo, se for bom, surja naturalmente.

Nossas metas tendem a ser alimentadas pelos comerciais da TV, pelo compre, pelo tenha, aparente ! A gente nem percebe, mas está sempre sendo levado pelo fluxo que nos molda, sugerindo que renovação é comprar novo, aparentar diferente.

Nesse ano novo, faça de outro jeito. Não importa quais suas metas, priorize o dentro, reveja suas prioridades, se equilibre, reorganize seu dia.

De mais tempo a você e permita que a vida lhe ensine. Em 2011 aprenda a enxergar; veja.

Antes de querer tudo novo, aprenda que tem muita coisa a sua volta que você ainda não viu, tantas mensagens no dia a dia que sequer prestou atenção.

Saia do fluxo dos dias de hoje e seja você , se posicionando, se assumindo como ser-humano.

É assim, cuidando da mente que um novo olhar surge e com eles, seja o tempo que for, um horizonte de possibilidades nasce diante de você.

Queria escrever mais, mas por enquanto fico por aqui.

Esse é meu desejo. Um ano novo com nova mente, uma nova mente com novo olhar, um novo olhar com outros mundos que começam dentro, onde ninguem vê e ninguem pode roubar.

Que seja assim comigo e contigo também.