O fluxo da terra.

Padrão

earth1

Todos os dias levantamos da cama, escovamos os dentes, tomamos banho, café e saimos para algum lugar.

Enquanto as horas avançam, pensamos em maneiras para executarmos nossas tarefas da melhor maneira possivel.  Lembramos das contas a pagar, fazemos planos e esperamos o fim de semana.

Os anos passam e vivemos nossas vidas sem que paremos para pensar que simplesmente seguimos o fluxo.

Sim, enquanto estamos preocupados com nosso dia a dia, mal paramos para nos dar conta que existe um fluxo que gera as demandas do mundo, e no fim das contas, trabalha para que sejamos mais parecidos do que nossas roupas, linguagem ou preferencias tendem a admitir.

O fluxo da terra, é guiado por alguns tentáculos: A política, religião, e a economia. Tudo o que é feito, toda a informação que circula, a moda, tecnologia, publicidade e as grandes pautas mundiais, seguem o mesmo fluxo.

Estamos nele, escolhemos algum tentáculo e seguimos os dias como se fossemos senhores dos nossos caminhos.

As vezes alguns percebem.

Com a cabeça para fora discernem a corrida em direção ao vento, os discursos vazios, a cultura oca que nos envolve simplesmente para nos manter embalados.

Nessa hora inicia-se um processo de desconstrução que pode ser perigoso.

Isso porque somos constítuidos sobre essas plataformas, configuradas a partir dos caminhos que o fluxo nos impõe. Se as desconstruirmos sem colocar nada no lugar, corremos o risco de ficarmos vazios.

Discernir o fluxo é perigoso porque a simples percepção pode tornar tudo absolutamente sem graça.

Quando isso acontece, é necessário reorganizar prioridades a partir da percepção do quanto vale realmente cada coisa.

Quase todos os nossos anseios são tentativas de nos livrar do medo da morte.

Quase tudo o que valorizamos, é desnecessário.

Se você parar para pensar, só precisamos do essencial.

É o fluxo que trabalha para que você acredite que nunca está bom. O que você chama de ambição sadia, nada mais é do que a validação de algo que só serve para te manter ocupado.

Qual o fluxo da sua vida ? O que tem ocupado sua mente ? Que tipo de sonho tem ? Onde está seu coração ?

Pense nisso, e entenda para onde está caminhando e o que tem feito com seus dias.