Irlanda acusa padres de abusar de 35 mil crianças.

Padrão

Um relatório divulgado essa semana na Irlanda, acusa padres e freiras de instituições administradas pela igreja católica de abusarem sexualmente até 35 mil crianças entre 1930 e 1990.

Infelizmente casos como esses são registrados em todos os cantos do planeta.

Enquanto isso, a igreja abafa como se nada estivesse acontecendo.

Sempre que a gente trata nossas “taras” ( sejam elas de qual natureza for) com repressão, gera uma sombra que cresce sem parar.

Sem verdade, evitando olhar para o que nos faz mal, tudo o que for usado para encobrir só servirá de alimento para que aquilo cresca.

A sexualidade só assombra quem a trata como tabu.

Enquanto as religiões ( e não me refiro só a católica) lidarem com isso como se fosse algo mal, estarão criando monstros.

É sempre assim: de um lado a repressão, do outro o fantasma.

No caso dos padres e freiras, não tenho nenhuma esperança de que o Vaticano repense o celibato, assim como não acredito que algum dia lidarão com essa questão de forma honesta.

Eles serão constatados sempre depois, quando nada mais puder ser feito, e , como quem se arrepende, a igreja reconhecerá os do passado, negligenciando os do presente.

Um comentário sobre “Irlanda acusa padres de abusar de 35 mil crianças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s