O caso Susan Boyle e a Graça.

Padrão

Você já deve ter ouvido falar sobre a gordinha desajeitada que, ao abrir a boca, conquistou o mundo.

A escocesa Susan Boyle ficou famosa depois que participou de uma espécie de “idolos” da tv da Grã Bretanha.

Inicialmente ao vê-la no palco, os jurados não esconderam as expressões de desprezo, logo substituidas por embasbacamento assim que a cantora iniciou sua interpretação de “I dreame a dream”

Desde então, ela já virou fenômeno na rede com milhões de acessos, o que lhe rendeu propóstas tentadoras de grande gravadoras.

Para mim, o caso Susan traz algumas lições:

1- No mundo onde novos cantores tentam se parecer com modelos, chocou a imagem da mulher que não se parecia com a voz.

2- Talvez seja sinal de que as pessoas estão cansadas das mesmas caras e bocas das “celebridades” cantoras.

3- Vivemos na era da aparência, onde mais do que talento a grande preocupação é parecer talentoso.  Susan provou que não precisa ser assim.

4-Sua humildade e bom humor diante das expressões de julgamento negativo, deram o tom de confiança de quem não precisa mais do que do talento.

5- Será que se ela chegasse com sua demo em uma gravadora, alguém a receberia?

Mais do que qualquer coisa o caso de Susan Boyle chamou atenção para que lembremos que os dons,vem de graça.

Se somos levados a fingir o que não somos ser, somente na expectativa de que agraderemos, é bom nos lembrar que não precisa ser assim.

Talento é graça, e graça, é favor imerecido.

Ninguém é dono, ninguém merece.

Susan venceu porque foi ela mesma.

Não tentou se passar por quem não era e somente deixou que a graça os levasse.

Todos se espantaram.

Diante de tanta fabricação, é bom ver a algo genuino no palco da Grã Bretanha.

E as expressões sem graça diante da graça ?

É sempre assim.  Quando menos se espera ela chega.

Pode ser em uma senhora gordinha ou na menina da favela, não importa, você nunca conhecerá sua lógica.

A Graça é livre, e vem de Deus.

Ela preenche os vilarejos escoceses, as favelas paulistas, os morros cariocas,os faróis de Porto Alegre e os becos mais escondidos do mundo.

Ninguém a manipula.

Felizes os que sabem que isso não depende de nossas performaneces, seja nos palcos, seja na vida.

Não é por mérito, para que ninguém se glorie.

Naquele programa de tv e depois no mundo, todos se renderam a graça em Susan Boyle.

Como dizer que é diferente ?

Não sei porque, mas todos os videos relacionados a Susan Boyle tem dado erro aqui no wordpress. Caso não tenha conseguido ver, clique duas vezes sobre a imagem do video, ou vá ao link:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s