O show de cada dia.

Padrão

Ja escrevi aqui sobre a quantidade de pedintes pelas ruas de Porto Alegre. Mais do que São Paulo, basta parar em algum farol que ele vem, sorridentes e, na grande maioria, cheios de histórias comoventes.

No entanto, dia desses algo me chamou atenção. Enquanto esperava o sinal verde, observava um homem, de no máximo 25 anos, nariz de palhaço e cones na mão.  3246723275_e9c3cb6e04

Debaixo de um calor beirando os trinta graus, ele fazia malabarismos e atraia a atenção dos motoristas que, no final da “apresentação”, separaram suas modinhas.

Claro que malabares em farol não é algo recente, mas chamava a atenção o empenho daquele rapaz em transformar aquilo em um pequeno show.

O farol abriu e saí pensando sobre o fato de que chegamos em um tempo onde, até para pedir dinheiro em farol, é preciso dar show.

Me lembrei de tanta gente que sai para o trabalho reclamando, achando que é merecedor de um bom salário só porque está lá.

Cada vez menos será assim.

Se você quiser se destacar em algo, seja o que for, permita-se inovar. Faça com prazer e que sua dedicação seja o diferencial.

Mais do que nunca, para dar certo, é preciso muito mais do que belos argumentos e uma carinha comovente.

Cada vez mais, é preciso dar show.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s