Desabamento da Renascer.

Padrão

2306250674_8d0c69c0b5

Minha primeira rádio era da Renascer.

Em 1991 não existia “carnê Gideão”, “apóstolo” ou “bispa”.

Não tinha “ano apostólico”, nem “espada” por nada.

Naquela época, eram alguns jovens cabeludos e tatuados que, com suas guitarras e baterias, faziam um som diferente e contestador : “Ser humano, deixa de ser sepulcro caiado” , “Ninguém pode comer vinte pratos por dia, ninguém pode dormir em vinte camas numa noite, tanta gente passando fome e a justiça pede sua cabeça”, “Aonde está a honra dos orgulhosos ? A sabedoria mora com gente humilde, liberdade…”

A Imprensa Gospel veio com esse espírito. Foi uma revolução.

Apesar de sua programação não preencher toda a grade da rádio Imprensa em São Paulo, aquelas doze ou dezesseis horas iniciais eram suficientes para arregimentar um enorme contingente de ouvintes e voluntários.

Aos dezesseis anos eu era um deles.

Procurei o Estevam e a Sonia com a expectativa de um adolescente que sonha em mudar o mundo.

Não tinha experiência, nunca tinha trabalhado, de modo que só me restava o voluntariado.

Durante três anos, convivi com muita gente, e aprendi muito.

Gostava de transmitir as “reuniões de segunda feira” , onde a Renascer da Lins de Vasconcelos virava literalmente uma casa de shows.

Era engraçado ver jovens metaleiros dividindo espaço com punks e “bleianas” de “saião e cabelão”.

Todos se sentavam no chão, as luzes eram apagadas e as bandas tocavam debaixo de refletores coloridos. No fim, um sujeito barrigudo, de tênis e camiseta ,subia ao palco e falava coisas do tipo ” você acha que uma picada te faz viajar ? experimente ficar sóbrio e começar a se cuidar. Existem viagens muito melhores”

Todos aplaudiam e muitos se sensibilizavam.

Mas com o tempo, o sujeito barrigudo trocou o tênis pelo sapato caro, as camisetas por ternos bem cortados, os jovens que o acompanhavam, por seguranças armados, sua santana quantum velha por uma BMW ganha de modo esquisito, seu velho sobrado no Cambuci por uma casa bem melhor.

Seu discurso foi mudando, suas preocupações pareciam diferentes, as “reuniões de segunda feira”, viraram “reunião de empresários”.

A atmosfera de alegria e libedade cedeu lugar a tensão.

Entre os jovens, uns resolveram ir embora, outros viraram “bispos”, deputados…

Em 1993, entre os dezoito e dezenove anos, achei melhor seguir em outra direção.

Minha saída foi dificil, recebi muitas críticas, mas sempre estive certo que aquele caminho não era o meu.

De longe acompanhei com tristeza todas as mundanças.

Vi o jovem que falava sobre as “picadas” sendo preso com diheiro ilegal, sua esposa cabeludona e sorridente virando socialite e depois indo para cadeia, ouvi histórias tristes, soube de muita coisa.

Ontem, ao ligar a TV, vi aquilo tudo desabar.

A sede das reuniões dos jovens cabeludos virou “sede mundial” e a sede mundial desabou, matando nove pessoas e ferindo outras tanto.

Muito triste ver famílias debaixo de escombros e o desespero de familiares e amigos do lado de fora sem saber onde estavam os seus.

O que era para ser bom, virou tragédia.

Fico pensando nos que estavam lá e viram o teto cair sobre suas cabeças sem saber o que estava acontecendo.

Ninguém sabe o que houve e as responsabilidades serão apuradas.

Ainda que por meio segundo, cogitei se esse desastre poderia desimpedir os olhos.

Que a tragédia encontrasse significado em um repensar de caminhos e fizesse com que as coisas fossem diferentes.

Mas durou pouco.

Lembrei que alí já houve outras tragédias – menores, reconheço- mas que só fizeram com que os seguidores falassem em espada e os lideres virassem martires

Como tudo, tenho medo que a dor e o luto vire moeda e sejam capitalizados.

“Carnê da reconstrução”, depois de mais uma “perseguição” do “inimigo”.

Multidões de mãos dadas, não para prestarem solidariedade as famílias enlutadas e partidas ao meio, mas para “contribuirem” cada vez mais.

Costumo dizer que podemos dar significado as tragédias e, por mais doloridas que sejam, delas tirar lições.

Tenho minhas duvidas se será o caso.

Resta aqui meu profundo lamento, esperando que as famílias sejam amparadas e que os internados fiquem bem.

Daqui a pouco tudo passará, as pessoas esquecerão os que se foram e o discurso triunfalista dominará.

Que a gente possa olhar para essa história com o sentimento de que não temos o controle sobre nada e , ainda que possamos nos esconder atrás de impérios, em uma hora eles podem desabar.

Hoje estamos aqui, amanhã quem saberá ?

Enquanto isso, que possamos andar com a paz de quem faz seu caminho consciente, sabendo que, mais do que tudo, vale aquilo que somos.

Nunca mais tive contato com o jovem barrigudo e sua esposa cabeluda.

Ainda que as vezes os veja em páginas de jornais, não são mais os mesmos.

Sinto pena do que viraram e torço para que se reencontrem.

Tragédia é sempre dificil e inexplicável. Que as familias possam se refazer e os feridos se curarem.

Era uma vez um lugar onde jovens se reuniam para contestar, e ouvir boas palavras, onde os metaleiros e as meninas de saião e cabelão se igualavam e a atmosfera era de alegria.

Ontem tudo desabou…na verdade, desabou há muito tempo.

33 comentários sobre “Desabamento da Renascer.

  1. Desde ontem estava convicto de que o tema de hoje aqui no blog seria esse.

    Ontem a tarde, assisti “Ensaio sobre a cegueira” e sinceramente me senti muito mal durante e após o filme, vendo a que ponto de podridão o ser humano pode chegar, e logo após recebi a tal notícia.

    E fiquei ainda mais entristecido por saber que aquele lugar, que como você bem retratou já foi palco de inúmeras coisas boas transformou-se em palco de tamanha tragédia.

    Triste ver pessoas de boa fé sendo conduzidas de tal forma, triste ver todo um cristianismo que na história foi tão perseguido pelo que acreditava, agora ser manchete de cadernos policiais em razão de práticas obscuras de seus “lideres”.

    E aqui vai minha crítica a todos, desde os bispos de ternos caros, passando pelo papa com suas infinitas propriedades e até para os povos tão da paz orientais que veem seu povo morrer de fome e dedicam templos maravilhosos a ratos e outros animais, sem contar com o islã e seus terríveis rituais de mutilação.

    E pensar que Jesus entrou em Jerusalém com um burrinho, pregava ao ar livre usando do vento que soprava do mar para falar as pessoas e ficava feliz com a doação de alguns pães e peixes de um garotinho.

    Realmente muita coisa já vem desabando a muito tempo….

    Por fim deixo uma indicação do vídeo da música palácios que citada no texto:

    Um grande e triste abraço a todos.

  2. NEZITA

    OI FLAVIO,

    NOSSA EU TENHO UMA PENDENCIA MUITO PESSOAL COM A RENASCER E JÁ LI DE TUDO UM POUCO…POREM ISSO AQUI É TUDO QUE PESSOAS COMO EU, QUE NÃO ENTENDEM COMO A IGREJA DO SENHOR TORNOU-SE ARENA SANGRENTA, ESPADA POR BISPA, APOSTOLO, SEM QUE O CORPO DE CRISTO COBRASSE UMA SATISFAÇÃO….ENFIM VC JÁ CONHECE TODA TRISTE HISTORIA….E ISSO AQUI QUE VC POSTOU HOJE FOI SIMPLESMENTE CERTISSIMO…UMA IGREJA QUE PERDEU TODO O FOCO, UMA IGREJA A QUAL DEUS VEM TENTANDO MOSTRAR OS ERROS, MAIS COMO O HOMEM TEM LIVRE ARBITRIO DEUS NÃO PODE OBRIGA-LOS A ENXERGAR, POIS OS MESMOS SE NEGAM…A TRISTE HISTORIA DE UMA IGREJA QUE PERDEU COMPLETAMENTE A VISÃO…E QUE COMO VC DIZ LAMENTAVELMENTE COM CERTEZA IRAMOS VER CARNES PARA RECONSTRUIR….

    TODO MEU AMOR E SOLIDARIEDADE AS VITIMAS….ESPERO QUE AS ESCAMAS DOS OLHOS POSSAM CAIR…

    PARABENS FLAVIO, DEUS O ABENÇOE.

    NEZITA – CURITIBA

  3. Rogério

    apesar de achar o texto um desabafo oportunista,ele é extremamente verdadeiro, doce e sóbrio.só que veio na hora errada.

  4. Sergio Martins

    Flavio,

    Na epoca da Sulamerica Transito, chegamos a comentar que eu me lembro de você na Imprensa Gospel.

    Me lembro , realmente como era emocionante ouvir a primeira FM de musica gospel do Brasil, e ouvia o dia inteiro, no serviço, no onibus e em casa…

    Frequentei com meus amigos, alguns cultos de segunda -feira , que é quando tocavam as “bandas” e a lotação passava de 3000 pessoas, pois nesse dia, não haviam cadeiras, a moçada ficava toda em pé.

    Realmente era uma “Revolução” (como chamava uma das musicas que fazia muito sucesso), no meio evangélico, na qual muitos paradigmas foram quebrados…

    Mas, tenho que fazer uma justiça, essa revolução no meio evangelico, e da musica evangélica, começou muito antes, com um casal de pastores chamados Tio Cassio e Tia Noeli, fundadores de um ministério chamado “CRISTO SALVA”. Ali sim, começaram as primeiras musicas com bateria e guitarra, e nos cultos de segunda-feira , com toda a mocidade sentada no chão… Tudo isso já nos anos 70…

    Me lembro das transmissões da rádio, diretas da Lins

    Até alguns anos atrás, minha familia frequentava a Lins, e ontem, quando vi no Plantão da “plim-plim” aquela cena, fiquei pensando nas pessoas que ali estavam naquele momento e também nas suas familias…

    Me lembrei que durante anos, saia do culto da minha igreja (de outra denominação) e ia até a Lins para buscar a minha mãe… Me coloquei no lugar dessas familias…

    Espero que Deus esteja abençoando as familias envolvidas nesse acidente…

  5. Denise

    Bom eu não estava na Renascer mais e depois do que ouve ontem eu voltei..Vi aqui o que rtodos escreveram e o que esta em jogo não é a igreja e sim as pessoas mas parece que até vcs se esquecem disso ja que ja viveram tanto tempo na renascer desde que começou.
    Quem não erra nessa vida não é verdade?O que vcs se esquecem é que a igreja é formada por homens como vcs.
    Ninguém tem culpa do que aconteceu,e cada um de nós é livre para fazer suas escolhas ,escamas dos olhos?Eu sempre fui abençoada na Renascer e vcs não?Nunca bom eu sim,,amém se vcs estão em outras igrejas cada um tem o seu lugar mas agora não é tempo de julgar ,de falar de escamas de olhos e sim orar não acham?Há pessoas precisando de nós e de nossas orações ,melas não precisam de mais nada aléwm disso.Toda igreja erra,vcs erram,nós erramos ,todos nós magoamos alguém assim como nos magoam então ao invés de verem que isso é justiça de Deus porque não é ,pq Deus não faz justiças em pessoas inocentes orem por nós que já basta.Deus abençõe.
    Obs:Sou uma das vitimas de ontem e estou viva pq realmente Deus é fiel.

  6. Flávio, concordo contigo!
    A “queda” da Renascer dói o coração. Do tempo em que você falou, lembro das reuniões das segundas feiras à noite. Eram jovens de todas as regiões de São Paulo que iriam ver Katsbarnéa, Oficina, Troad, entre tantos outros…
    Fui morar nos EUA e quando retornei estava pregando para um amigo e o convidei para uma reunião em uma segunda-feira à noite, pensando que estava a mesma coisa, ao chegar lá, era reunião dos empresários… E não entramos, pois fomos informados que aquele encontro não existia mais naquele local. Esse meu amigo morreu uma semana depois.
    Abraços…

  7. Fiquei estarrecido ontem ao saber da notícia e logo pedi a Deus para consolar famílias e amenizar sofrimentos. Independente do que penso da Igreja Renascer e seus líderes, meu coração doeu. É ruim a tragédia, ainda mais quando o resultado é morte, feridos, hospitais e exploração por parte da imprensa nojenta que quer fazer escárnio se aproveitando da dor alheia.
    Numa comunidade que sou membro uma pessoa postou o seguinte: “O troféu do Kaká escapou?”, referindo-se ao prêmio que o jogador ganhou como melhor do mundo e que fora doado à igreja do qual é membro. Felizmente o moderador da comunidade apagou de imediato, pois o momento era de ser solidário e nunca de riso.
    Mas o autor do texto nos faz refletir e muito. Mostra sua decepção juvenil e o desejo de mudar o mundo, coisa que como pastor não quer perder nunca. E gostaria de refletir que o “Caso Renascer” e a decepção com seus líderes não é caso único no Brasil. Conheço muitos que se engrandeceram e se tornaram “maiores” que o pensamento santo e de mudanças que um dia tiveram. Alguns entraram na mídia e passaram também a oferecer suas contas para pagamento de programas de TV que os tornaram em celebridades e ludibriam a todos os momentos pessoas que os assistem. Alguns apagaram em muitos o direito de optar e em formas de gestos grotescos manipulam àqueles que poderiam algum dia optar em ter uma opinião.
    Neste mundo em que antigos pastores de almas tornaram a igreja num grande empreendimento comercial, não são apenas os líderes da Renascer que tornaram bizarros e evangelho seguido por muitos, pois há pastores que negociaram sua fé e tornaram-se grileiros do reino de Deus. E dentre o testemunho do autor do texto, há muitos outros que viram homens admiráveis se tornarem canalhas, venderem sua honra e se tornarem fúteis.
    Não é desprivilégio apenas da Renascer, pois nosso terreno, seara de nosso plantio está infestado de joio tentando se confundir com trigo. A prova disso é que as igrejas já não passam de auditório de multidões; a pregação apenas um discurso com oratória bonita, mas órfã de conteúdo e espiritualidade; que as operações do Espírito Santo sejam transformadas em sensacionalismo; que a boa tradição apenas se confunda com o tradicionalismo; que as almas a serem alcançadas sejam apenas mercadoria e que o que seria triunfo de uma igreja se torne em idolatria por um pregador A ou B.
    O que vemos em nosso meio em geral não deve ser objeto de conformismo nosso. O verdadeiro Evangelho é muito mais que a luta por uma denominação que a cada dia se mostra cada vez mais rica materialmente, mas falida pelo desejo e soberba de alguns pelo poder. Pastores que hoje tem condições de serem ganhadores de almas através de um projeto de liderança e de oração não passam de pastores de si mesmos, que engordam com a lã de ovelhas que eles conseguiram aprisionar.
    O caso da queda do templo da Renascer não pode ser considerado um castigo divino, mas nos faz refletir a sua teologia de prosperidade que enricam alguns, que mostram um Deus muito complacente com o bem estar através de mansões e carros importados para seus líderes, mas que não coloca as mãos de Deus sobre telhados pesados para proteger alguns que acreditam em certas pregações de triunfo para individuais.
    Mas há muito mais de podre a ser mostrado e que não serão revelados com telhados que desabam, mas com a moralidade de muitos que já desabou e que se protegeram através de discursos de que os “ungidos do senhor” (senhor minúsculo mesmo) não podem ser tocados nem com a verdade. Esse tipo de “evangelho” é o que desaba, pois ele não tem respeito da sociedade e nem mesmo de quem o segue. E é de se lamentar que talvez o teto da ética esteja desabando sobre nossas cabeças e a gente olhe apenas o caso Renascer. Eu sou pastor, conheço o que estou dizendo. E lamento por tudo.

    Pr. Sérgio Sousa

  8. Carlos Araujo

    Queridos Sou de Salvador e por alguns meses frequetei essa Igreja por aqui, antes da mesma chegar a nossa cidade as noticias que tinhamos eram maravilhosa de como o Senhor operava nesse tempo que o amigo se refere no seu texto, mas quando a Igreja chegou aqui em nossa cidade eu percebir que ela era igual a outras, que sua mensagem era de prosperidade e riqueza, fiquei na mesma apenas tres meses, mas tenho uma irma e um cunhado que ficaram e ainda estao na mesma, aliaz hoje eles sao pastores e nossa familia sofre muito com isso, pois eles vivem 24h para essa igreja e sao verdadeiros escravos da instituiçao e de “bispo”. Peço a Deus que abram os olhos deles para que possam ver que infelismente a renascer perdeu o foco e se corrompeu, lamento pela trajedia e me solidarizo com a familia das vitimas, mas vejo que tudo isso e consequencia de uma serie de erros. Deus permitiu por que sera ???????

  9. Martins Carvalho

    Denise, com todo mas todo respeito mesmo, se Deus foi fiel para com você, porque não foi para os que morreram? para os que se machucaram? numa boa nao estou aqui para te ofender, mas sinceramente não podemos espiritualizar tudo dessa forma.
    Ninguém tem culpa pelo que aconteceu? De fato é mais fácil, bem mais fácil, não culpar ninguém e jogar a culpa em uma grande provação ou uma força maligna.
    E por favor releia tudo sem estar “armada”, verá que ninguém aqui julgou ninguém pelo que aconteceu, muito pelo contrário, apenas foi comentado da mudança de rumos que aconteceu e que muita coisa desabou desde então.
    É isso.

  10. Marcia kennedy

    Triste ver como a literalmente “a casa caiu” nesta situacao. o corpo de Cristo esta de luto pela situacao e pelas vidas ali perdidas.

  11. Elaine Rodrigues

    Gente, que privilégio em meio a tantas paginas na internet, encontrar essa!
    O comentario do Flavio é só uma realidade, sei lá, estar numa igreja hoje em dia é dificil, encontramos tanta coisa errada…por outro lado penso: é mesmo necessário estar numa igreja pra servir a Deus?…relacionamento com Deus é muito além de tudo isso; amo o Senhor e quero servi-lo, mas fazê-lo numa igreja ta cada vez mais dificl. Já fui da universal, da renascer….hoje?…eu sou a igreja na terra e ponto; não sei se estou errada, mas foi o melhor caminho q encontrei…se tiver errada que Deus tenha misericórdia de mim.
    Gostei muito do comentario de vcs…do pr.Sérgio tb, me abençoou e fez sentir que não estou tão errada assim.
    Fiquei chocada com a noticia do desabamento, mas nada fige do controle das mãos de Deus…que Ele possa confortar as familias e curar os hospitalizados.
    Um abraço a todos, Deus nos abençõe.

  12. Carlos Augusto

    Olá a todos do forum não sei se o flavio vai lembrar de mim ,mas tb sou desta época e tb cheguei aser voluntario mas já na época da manchete gospel e nacional gospel.todos me conhecem por Carlão .
    infelizmente tenho que concordar com vc meu amigo quando diz tudo que diz no texto a minha oração é pelas vitimas e pelo casal que voltem a ser oq era e que finalmente nós possamos ver a igreja voltar a fazer jus ao nome que tem

  13. Gostei de ouvir sua história e sua reflexão. Acho que parte do problema começou quando era só o sujeito barrigudo que falava. Talvez o grupo não via acontecendo na prática essas boas idéias de justiça social e desafio dos “poderosos”. Talvez parte do problema tenha sido de só o sujeito berrigudo falar e os outros ouvirem, em vez de todos participarem e porem na prática as idéias não só nos referidos encontros. Essa participação coletiva talvez mudaria a forma de lidar com o dinheiro e a forma de ver o poder.

  14. jorge rosario

    queria responder a Denise (acima).
    Querida, vc disse que errar todos erramos e isso é uma grande verdade.
    Mas reconhecer o erro e mudar tb é um dom.
    Permanecer no erro, como Estevam e Sonia, e ainda viverem acusando satanás por tudo o que acontece, é muito oportunista, afina o diabo tem costas largas.
    Sai por que descobri que são um bando de ladrões e aproveitadores e o Flávio está corretíssimo em seus questionamentos.
    Vc disse que todas as igrejas são falhas e isso tb é uma verdade.
    Saiba que no ministério onde hj sou pastor não temos ladrões e aproveitadores e se surgirem serão tratados e se necessário for expulsos, se não houver arrependimento.
    Não faça de todos os ministérios iguais a renascer, não merecemos isso.
    Quanto as vitimas que Deus tenha misericórdia das familias.
    Pra encerrar, vc disse que Deus é Fiel e isso é a maior de todas as verdades, mas dizer que Ele é fiel por que vc está viva é uma grande besteira.
    Teria Ele então sido infiel com as outras pessoas?
    Deus abençoe

  15. Felipe MAJ

    Amigos….

    A entrada de Igrejinhas de tudo quanto é denominação no Brasil é datada da época da ditadura militar, quando a igreja queria interferir nas atrocidades cometidas pelo militarismo no nosso país…..
    Pra criar concorrência pra igreja católica, essas igrejinhas aiiii que vcs veem publicando jornalzinhos malditos que só falam mal dos católicos, vieram a tona……

    Renascer em Cristo Jesus….é estar sempre em comunhão com o Espírito Santo de Deus….é estar sempre em dia com as suas obrigações cristãs…..
    Renascer em Cristo é, continuar sendo católico e amando a Igreja na qual o primeiro papa foi UM DOS DISCÍPULOS DIRETOS DE JESUS HÁ DOIS MIL ANOS ATRÁS…. e nao seguir um pastozinho que se intitula Bispo e sai por aiiii pregando SEU evangelho particular….

    Abraço a todos

  16. Flavia Oliveira

    Deixando a questão religiosa de lado, algo me chamou a atenção quanto ao desabamento…
    Em 2006 vi o incendio que ocorreu lá na igreja, os cultos não pararam, fiquei pensando se ouve as obras necessárias após o ocorrido.
    Espero que apurem os fatos e responsabilizem quem deveria se ocupar de manter o local em ordem,onde muitas pessoas passam várias horas do dia lá dentro.
    Rogo a Deus que ampare as vitimas e seus familiares.

  17. Martins Carvalho

    Felipe, cara quanto ódio no seu coração. Deixa cada um estar em comunhão com o Espírio do jeito que quiser cara, com todo respeito assim como cada pessoa tem sua cor preferida cada uma também pode escolher a versão que prefere do cristianismo, isso sem falar nas outras religiões disponíveis.

    Aí mano, você dizer que outras igrejas são para fazer concorrência é algo tão triste quanto essas próprias igrejas virem falar mal da igreja católica.

    Para seu próprio bem, repense sua forma de ver as outras religiões, estamos no séc. XXI e sinceramente é cada dia menso o espaço para tamanho extremismo.

    Quer ser católico, ótimo você tem direito disso, mas respeite o direito que outras pessoas tem de seguir sua religião numa boa assim como você valoriza o fato de poder seguir a sua.

    Um abraço

  18. Carlos Henrique

    Não é porque frequento uma igreja evangélica e sou cristão que tenho que fechar os meus olhos para a realidade.
    Creio que a Renascer tem muito dinheiro(VINDO DOS FIÉIS) para terem tomados medidas preventivas para que este triste episódio não ter ocorrido.
    Será q é justo por a culpa em Satanás???ou na vontade de DEUS?
    sabemos pelas escrituras q o ESTÁ em nossas mãos é para nós fazermos e não DEUS.
    Se for comprovada a culpa da igreja nisto tudo,os responsáveis TEM QUE SER PENALIZADOS.

  19. Fernando

    Cara, achei seu blog navegando à toa na net… e não tem como não me identificar um pouco com sua história… tenho 30 anos, sou do interior de SP, e vivi um pouco do que vc postou na minha adolescência também… a Renascer chegou em minha cidade foi uma revolução… eu era novo convertido, e gostava muito das bandas da Renascer na época… saí de minha igreja, fui tachado de rebelde, e caí de cabeça na “visão”… muitas vidas se converteram, muitos “malucos” se encontraram, foi um tempo maravilhoso e inesquecível… mas acabou. No interior as coisas demoraram mais para mudar, mas mudaram… o mercantilismo tomou conta e, depois de alguns anos, por “economia”, colocaram a igreja na minha mão, sem eu nunca ter pedido ou querido isto… lutei, briguei, chorei, tentei, mas fui vencido pela “visão”, que agora era outra… com a igreja deixando de dar lucro, já não éramos tão importantes assim… não aguentei e saí e, dois meses depois, um bispo qualquer veio em nossa cidade e fechou nosso sonho… portas cerradas, vida pra frente e volto para minha antiga denominação, com um sentimento de tristeza muito grande, frustração mesmo… isto já faz dois anos e, esta semana, vejo perplexo “a babilônia caindo”, quase que literalmente… chorei bastante ao lembrar de tudo que já passei de bom nesta igreja, e já na torcida por alguma mudança concreta, uma abertura de olhos, uma volta às origens… durou pouco pois, no outro dia, já via num site a campanha para a reconstrução da sede…. errado, não, mas para mim, aquele gosto amargo de que vai acabar tudo em pizza, e que no meio do ano, quando os líderes voltarem ao Brasil, voltarão por cima da carne-seca… estes dias um amigo daquela época me disse que foi na Renascer onde ele se encontrou… eu também, mas na igreja antiga, da década de 90… hoje não vejo uma igreja, mas uma mina de ouro, uma gansa dos ovos de ouro, e só… deprimente, muito deprimente… parabéns pelo blog, serei leitor assíduo

  20. Flávio, lamentável que seja verdade tudo isso. Quanta saudade! Não peguei essa fase na íntegra, mas vivi o fim dessa era, não como membro e sim como frequentador, e muito me incomodo com os rumos que aquela igreja simples tomou, tornando-se um império de espadas e anos temáticos.
    Enfim, hoje, a justiça pede a cabeça dos ex-jovens barrigudos e simples. Com razão, diga-se de passagem!

  21. Priscila

    Olá Flávio!
    Parabéns pelo comentário.
    Diz muita coisa que sinto engasgado na garganta.
    Tenho parente muito próximos que frequentam essa igreja e não consigo acreditar em como todos podem estar tão cegos.
    Sinto pela vida das 9 pessoas que morreram nesse desabamento, mas sinto também pelas milhares (ou até milhões) de vidas que estão sendo enganadas por esses dois seres inescrupulosos.
    Mas em breve a justiça será feita.
    Parabéns pela inteligência!!
    Priscila

  22. neilda

    Que a nossa consciência crítica,
    nos permita perscrutar, analisar,
    fazer reflexão, compreender
    a vida, o Universo, o Criador.

    parabéns pelo blog, serei leitor assíduo
    um bejuuuu no seu coração

  23. Camila

    Não concordo com nada postado aki … e kem ainda perde tempo enviando essas noticias deveria se envergonhar !!!!
    pq todos estamos sujeito a errar e erramos quando falamos de autoridades contituidas por Deus … e é Deus kem irah corrigi-los se realmente estiverem errados !!!

  24. Ok Camila,

    Então ficamos assim, enquanto Deus não corrige, deixa o circo (ou melhor, a igreja) pegar fogo (ou melhor, desabar…).

    “Ama a teu próximo como a ti mesmo e a teu Deus acima de todas as coisas”, pois “TODOS pecaram (do mais pecador até o santissimo papa/apostolo) e estão DESTITUIDOS da glória de Deus”.

    Volta logo Jesus, encarna em todo mundo logo Buda, invadam logo o planeta senhores ETs, enfim, qualquer coisa para fazer este mundo tenebroso despertar.

    Vimemos dIas de Jeremias…

  25. Valéria Hidalgo Andalaft

    Caro Flávio,eu e minha família fomos membros da Lins,durante 11 anos.
    No começo era tudo muito bom,e até falávamos diretamente com a bispa sem a interferencia daqueles seguranças horrorosos que eles tinham.
    Como sofremos!Antes prósperos,abençoados.Depois sem emprego,luta debaixo de luta.
    Simplesmente passamos a ser invisiveis á eles.
    Lógico!Enquanto pedíamos uma simples oração para Deus nos abrir as portas para aqueles pastores sem um pingo de educação e paciencia,a Bispa e o apostolo,iam jantar no restaurante Fasano.
    Nunca fomos para pedir dinheiro.Apenas queríamos viver aquilo que eles pregavam.
    Como o meu marido chorou de lágrimas pelos maus tratos,a impaciencia ,a intolerancia ,a grosseria de certos bispos”.Estavamos cegos,loucos e completamente destruidos espiritualmente,pois sem quere,acabamos idolatrando de uma tal forma os dois,aíás com toda a igreja fazia.Isso foi nosso fim.
    Mas graças ao Pai poderoso,saimops em 2006,e estamos numa igreja abençoada,feliz,amorosa.
    Meu marido está empregado,nossa vida espiritual ótima,irmãos nos ligam se preocupando conosco.
    O que infelizmente não tivemos na revascer.Tudo acabou.Meu marido ficou muito mal com a tragedia e eu tbém.Até com raiva deles todos,pois deixaram pessoas morrerem,sem cuidarem das almas que pediam socorro.
    Deus abençoe,Fla´vio. Deus é Fiel!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  26. Sergio Andrade

    Bons tempos aqueles.
    Lembro-me claramente daquela época em que a Imprensa FM era para todos os evangélicos, e onde se tocava de tudo o que se falava de Deus, pois o único interesse era a propagação do evangelho, pois além de não mencionar nomes de igrejas, também se sabia que existiam outros grupos musicais além do Renascer Praise, e ainda se achava, segundo a visão da liderança daquela época, que a Gospel Records não era a única gravadora de música cristã do mundo.
    Possuo um pequeno acervo de gravações da Imprensa Gospel, com gravações de trechos de programas, vinhetas da rádio e músicas da época. Tenho, inclusive, uma gravação de um trecho do programa “Sintonia” (fev/93) conduzido, na época, pelo jovem apresentador Flávio Siqueira.
    Infelizmente, o tempo se foi, e, com ele, foram também os escrúpulos.
    Parabéns, Flávio, pela sua opinião.
    Afinal de contas, “o pior cego é aquele que não quer enxergar”.

  27. Li o blog, ainda que um pouco tarde, to add no meus favoritos.

    O que me chamou à atenção foi o comentário de alguém:

    “… sou uma das vitimas, estou viva pq Deus é Fiel”

    LAMENTAVEL ALGUEM PENSAR ASSIM, nesse caso, eu preferiria um martirio a pensar assim.

  28. marcio lopes

    Realmente muitos começam bém até mesmo com sinceridade ,mas se não manterem a simplicidade podem ser envolvidos com que o mundo pode oferecer.E por isso que muitos líderes religiosos se exaltam e acabam caindo no laço do Diabo. Infelizmente essa é a relidade.

  29. Soraya

    Nossa!Fico feliz por quem vc se tornou!
    Tanto vc como todos os que fizeram a radio nesse tempo, fizeram história e vão correr inesquecíveis pelo tempo!

    Com tudo o que aconteceu, Deus falhou?
    Não.
    O poder corrompe as pessoas, mas a palavra de Deus, que invadiu a gente e revolucionou através da Gospel é a que permanece firme,poderosa e fiel!

    Muito obrigada por tudo e Deus abençoe cada vez mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s