O Papa e o sistema financeiro.

Padrão

amizadepapa

Hoje o Papa Bento XI chamou o sistema financeiro de egoista e míope, dizendo que o mercado não tem preocupação com o bem comum das pessoas, especialmente os pobres.

Demonstrações nesse sentido não faltam.

Lucro a qualquer custo, com práticas de juros abusivas em financiamentos perversos, investimento migratório e tantos exemplos de que, para o mercado financeiro, o único objetivo é bater as metas e faturar mais no próximo mês.

No entanto confesso que ao ler a crítica do papa, me lembrei do patrimonio da igreja católica.

Mais do que qualquer instituição no mundo, o Vaticano é dono de terras, sistemas de comunicação, escolas (pagas), faculdades(pagas) , templos cheios de ouro nas paredes e acumula um patrimonio invejável a qualquer multi nacional.

Sem querer entrar no mérito do fato de a igreja manter algumas obras assistenciais, me intriga pensar que o representante da instituição mais rica do planeta diga que o sistema financeiro é egoista e não se preocupa com os pobres.

O que será que aconteceria se a igreja de roma vendesse metade do seu patrimonio e investisse contra a fome e a pobreza no mundo ?

Talvez realmente seja preciso manter uma mega e multi milionária estrutura para propagar a mensagem daquele que andava de jumento e não possuia bem algum.

O problema é do sistema financeiro.