Ele chegou!

Padrão

Eu não disse que ele vinha ?

Eis aí o fim de semana !

Aproveite o seu e fique a vontade aqui no blog: tem muita coisa boa para navegar.

Bom sábado ! Ainda hoje, mais conteúdos…

UFOs, ETs e a máquina do tempo.

Padrão

Recebi um e-mail de um leitor me cobrando que tratasse do assunto “discos voadores” já que deixei em aberto em outro post.

Trata-se de um tema polêmico que envolve muito ceticismo, fanatismo e fé.

Sim, porque hoje em dia esse assunto é tratado como religião por muita gente.

Nessa semana o governo da Inglaterra liberou imagens até então secretas de objetos não identificados.

Conheço gente séria que afirma já ter visto sinais de luzes estranhos no céu que não se parecia com nada que conhecemos.

Apesar de existirem muitos “especialistas” no assunto, acredito que quase tudo o que se fala a respeito não passa de especulação.

Na minha opinião, de fato existem eventos que não podemos explicar.

No entanto, porque a aparição de uma nave no céu determinaria que alí existem seres alieniginas que moram em outro planeta e vem nos visitar ?

Preferimos acreditar no que mais se aproxima de nossas crenças, e sempre limitados a nossas referências de tempo e espaço, encontramos explicações que pareçam mais plausiveis.

Sempre que ouço falar em UFOS, penso na máquina do tempo.

Explico: Principalmente desde a teoria da relatividade de Eistein, muito se fala sobre a possibilidade de viajar pelo tempo.

Apesar dessa viajem implicar em vários dilemas e estar longe da nossa tecnologia, teoricamente existem possibilidades que vão desde os buracos negros, até uma aplicação ingênua de relatividade geral para mecânica quântica, sugerida pelo físico Robert Foward.

Há alguns anos o renomado cientista inglês Stephen Hawking admitia que era possivel, mas achava que isso nunca aconteceria já que não vemos turistas do futuro por aqui.

E se forem os UFOS ?

Todas as descrições de vôo desses objetos, se assemelham com a maneira que a aviação evolui.

O fato de serem vistos em eventos históricos e não se aproximarem, só reforçam minha teoria, até porque um dos dilemas de uma possível máquina do tempo é : o que aconteceria se, ao voltassemos no tempo, interferissimos no futuro ?

Se fosse possível voltar no tempo, provavelmente escolheriamos eventos históricos.

Filmes como Efeito Borboleta tratam desse assunto.

Também me chama a atenção que, quando descrevem “ETS” falam de seres sem pelo, evoluidos, formas diferentes. E se os fenômenos naturais da terra e a evolução natural nos fizerem assim daqui a milhares de anos ?

O fato de nunca terem encontrado vida em outros planetas contrastado com a aparição de UFOs, alimenta a teoria da existência de universos paralelos onde seria possivel viajar entre os mundos.

Quem garante que muito do que hoje consideramos “sobrenatural”, não é uma manifestação física dessa possibilidade ?

O assunto renderia um livro e já está de madrugada, melhor parar por aqui.

De qualquer forma, especulação por especulação, prefiro pensar que, de repente, naquela nave brilhando no céu podem estar meus tataranetos.

Apesar de não descartar nenhuma outra explicação, divagação por divagação prefiro ficar com as minhas.

Olhando com bons olhos.

Padrão

Tudo aquilo que você reconhece como realidade, só é real porque antes existe na sua mente.

Cada individuo é um universo.

Baseados em nossas experiências, vamos criando referências que determinarão o signficado de eventos, acontecimentos, sensações e tudo o que nos cerca e, a partir daí, criamos nossa realidade.

Se não fosse assim, as pessoas seriam iguais e reagiriam sempre da mesma maneira.

Das sensações mais simples, as percepções dos sentidos, passando pelo impacto que os acontecimentos geram em nós; tudo é fruto de nossa maneira de ver as coisas.

Quem vê com bons olhos encontra beleza em tudo, quem olha com mágoa, em tudo vê desgraça.

Todas as vezes que olhar para algo, lembre-se que o que lhe causou determinada impressão não foi o objeto em si, mas a resposta dada por sua mente baseada em percepções que não necessariamente tem a ver com o objeto.

Simplificando: Alimente sua alma do que é bom. Tenha bons pensamentos, almeje o que engrandece e não perca tempo com o que lhe causa mágoas, dores ou medos.

Veja com bons olhos, ocupe-se do que edifica, procure a sabedoria. Fazendo assim, preencherá seu corção que por sua vez, iluminará tudo ao redor.

Quando a gente muda por dentro, todo o resto muda também.

O interior sempre reflete no exterior.

É questão de escolha.