Domingo no Guaiba.

Padrão

Ontem a tarde assisti parte do evento ” Eu amo Porto” , promovido pela Pepsi.

Foi na Orla do Guaíba e fiquei durante a apresentação do Nenhum de Nós, depois uns dj´s e parte do Chimarruts.

Tinha muita gente e o clima de domingo ensolarado incentivou famílias com crianças, casais, adolescentes e “doidões”, todos no  mesmo espaço, muitos com cadeirinha de praia e chimarrão, convivendo sem problemas.

Enquanto os vendedores de “refris” , pastéis e algodão doce circulavam entre o público, alguns “brigadianos” (é assim que eles chamam os PM´S aqui) andavam pelo espaço.

Gostei do que vi.

Perto de São Paulo, Porto Alegre é minuscula e isso favorece o engajamento da população em eventos desse tipo. Explico: Para chegar a Orla do Guaíba você não precisa pegar toda a Marginal, 23 ou Rebouças….Por pior que esteja o transito no dia, você não leva muito tempo.

Além disso, o forte regionalismo desperta uma espécie de apego a tudo o que, de certa maneira, tente reforçar o amor pelo Rio Grande. Daí um evento como “Eu amo Porto” , com bandas locais,  num domingo de sol tem forte apelo.

Não sei como foi o evento depois porque tive que ir , mas foi suficiente para sair de lá mais leve e feliz por ter tido um domingo bom.

Pena que não levei minha camera para colocar umas fotos aqui.

A única crítica foi a falta de lixeiras.

Tive que andar muito procurando uma lixeira ( foi a única que achei) para jogar uma garrafinha de refrigerante.

No entanto na saída, pouco depois, me senti em casa (SP) de novo.  Saída do jogo entre Gremio e Vasco no Olímpico e a cidade parou.

Quando tem jogo do Inter ou do Gremio no Beira Rio ou Olímpico para tudo !

Como o povo ama esses dois times aqui !

São tão apaixonados que to até procurando uma camisa do São Paulo. Só pra reforçar as tradições….rs