Daqui do Sul

Padrão

Já falo do Sul.

Engraçado prestar atenção no jeito das pessoas aqui em Porto Alegre.

Além do sotaque, os costumes, o jeito de ver a vida, de se comunicar….é diferente de uma megalópole como São Paulo onde cultura do mundo todo se mistura e vira uma coisa só : o jeito de SP.

 Aqui as pessoas são mais tradicionais, regionalistas mesmo. Adoram onde estão e o que são, e falam do seu povo com muito orgulho.

 Como toda Capital, Porto Alegre também tem correria, violência, pobreza ( os farois aqui sao povoados por pedintes), flanelinhas, etc…Mas tudo em menor escala.

 O clima é outro, as pessoas são diferentes e as distâncias menores.

 Pra eles, congestionamento é ficar mais de 5 minutos pra andar 100 metros. – melhor não comentar como está SP.rs –

Estou feliz por poder olhar a vida com outro ritmo, sob outra perspectiva, dar um tempo na Redenção e ver o povo tomando chimarrão.

Estava precisando disso.

As vezes a gente precisa sair do nosso mundo e reconstruir outro.

As vezes nos enxergamos dentro de uma estrtura que não mais satisfaz, e é necessário coragem pra quebrar tudo e construir uma nova.

 Aqui to fazendo isso.

Aqui estou aprendendo e, como sempre, em cada lição, mais força e um novo jeito de olhar as coisas.

Eterno enquanto dura.

5 comentários sobre “Daqui do Sul

  1. Claudio Medeiros

    Palavras de Flávio Siqueira… Perfeitas, sempre! E sempre dão a impressão de que são diretamente para quem lê… e talvez, seja!

  2. Bruno Padilha

    E quem diria que o excepcional radialista também daria um escritor de primeiríssima linha?

    “As vezes a gente precisa sair do nosso mundo e reconstruir outro.” Sensacional… rs

    Flávio parabéns!
    Parabéns por ter acreditado – e praticado – que o ser é melhor que ter, que as Torres altas as Pontes estaiadas, os carros maravilhosos entre tantas outras coisas são apenas uma pequena migalha de compensação para o tanto que essa cidade leva de nós a cada dia.

    Sobre os congestionamentos, se “para eles, congestionamento é ficar mais de 5 minutos pra andar 100 metros” por favor nem tente explicar o que são 160km, certa vez aí na Serra tentei explicar isso e fui tachado de mentiroso na cidade inteira rsrsrs.

    Para terminar faço minhs as palavras do meu amigo Medeiros aqui de cima, “… sempre dão a impressão de que são diretamente para quem lê… e talvez, seja!”

    Grande Abraço

    Bruno Padilha

  3. Rita Almeida

    Grande Flávio!!!!!!!!!
    Que bom saber que você já respira novos ares, que descansa e repousa seu espírito enquanto aprecia as novas paisagens, observa os novos costumes e se permite viver uma nova vida.
    Tomara que estas mudanças todas te fortaleçam ainda mais, que te recarreguem as baterias, que te inflem de alegrias e entusiasmo.
    Descobrir novas maneiras de enxergar a vida é sempre, no mínimo, enriquecedor!
    Perceber que a vida e o mundo são além daqueles nossos limites pré-estabelecidos pode ser demais.
    Acreditar que as mudanças e as novidades podem e devem ser vividas é um passo e tanto. E você caminha em frente, sempre!
    Você se permite viver! Tem coragem e talento pra isso.
    Parabéns!!!!!!!!
    Aproveite para curtir cada minutinho de paz, cada manhã de inverno, cada gole de café quentinho….
    Passeie pelo parque, delicie-se com o sotaque gaúcho mas, acima de tudo, ouça o que te vai na alma.
    Aqui em São Paulo o barulho é tanto que as vezes nem permitimos ouvir a nossa própria voz…
    Beijo grande!

  4. Ligia Gianeri

    Oi ´flávio….
    quando vc volta ?
    espero que esteja tudo bem por aí !!
    o que vc esta fazendo ?
    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s